Aprendendo com jogos
Search
domingo, 16 de dezembro de 2018

Blog - Connect Escolas

Aprendendo com jogos
Wetok Software
/ Categorias: Tecnologia Escolar

Aprendendo com jogos

Muitos educadores preferem deixar os jogos bem longe da sala de aula. Portanto, o que eles não sabem é que o jogo pode ser um recurso facilitador na aprendizagem e se tornar um instrumento pedagógico importante no desenvolvimento do aluno nos mais variados aspectos. Sem contar que, nos dias de hoje, é preciso inovar na sala de aula e não somente se restringir a modalidades tradicionais como leitura e escrita para o aprendizado.

Os jogos podem desenvolver o aluno através de uma perspectiva social, criativa, afetiva, histórica e cultural. Desta maneira, é de extrema importância que os professores e coordenadores busquem conhecimento em relação ao tema, permitindo um melhor direcionamento em relação ao trabalho pedagógico realizado em sala de aula. E com o apoio da tecnologia.

 

O desenvolvimento de habilidades cognitivas e sociais através dos jogos

O desenvolvimento do aluno ocorre quando ele joga, experimenta, descobre e, assim, aprende. Todas as suas habilidades podem ser acionadas pelos jogos em si, bem como o desenvolvimento de qualidades sociais e cognitivas. Assim, o jogo deve ser inserido no dia a dia do aluno desde a primeira infância.

Como a criança vive em um meio que está em constante mudança e diante de uma imensa quantidade de objetos que ela ainda não conhece e domina, o jogo serve como a ferramenta ideal da aprendizagem. Ele ajuda a construir descobertas, desenvolve e enriquece a personalidade do aluno e simboliza um instrumento pedagógico que leva o professor à condição de estimulador da aprendizagem, possibilitando uma troca muito importante para ambas as partes.  

Ao mesmo tempo, os jogos favorecem a concentração, a atenção, o engajamento e a imaginação. Como consequência, a criança fica mais calma e aprende a pensar, o que estimula potencialmente a sua inteligência, tanto racional como emocional. Sendo assim, o jogo trabalha muitas potencialidades da criança.

Outro aspecto que deve ser levado em consideração é o desafio que os jogos provocam no aluno, o que gera interesse e prazer. Por isso, é importante que a criança explore livremente o jogo, mesmo que o resultado não seja ser o vencedor. Por tudo isso, o jogo deve ocupar um lugar especial na prática educacional e principalmente na sala de aula.

Já nos alunos do Ensino Médio, o jogo tem o objetivo de aumentar o interesse em sala de aula e desenvolver capacidades indispensáveis à sua futura formação e atuação profissional, tais como: atenção, afetividade, concentração e outras habilidades perceptuais psicomotoras.

Ao mesmo tempo, jogar favorece a concentração, a atenção, o engajamento e a imaginação. E, por fim, ensina o aluno a pensar de forma estratégica. As possibilidades são muitas: impulsionam o talento, ajudam a estabelecer e revisar valores e ainda estimulam as habilidades manuais.

 

Indo além: jogos se estendem para familiares e professores

Por outro lado, os jogos podem ir além do aprendizado dos alunos, se estendendo aos professores, pais e todos os familiares envolvidos neste processo. Além do papel que os jogos exercem na educação tradicional, eles podem ajudar a incentivar o respeito a variadas culturas, estimular a aceitação de regras, agilizar o raciocínio verbal, numérico, visual e abstrato e, por último, possibilitar o aprendizado na resolução de problemas ou dificuldades, oferecendo as mais diversas alternativas para as mais variadas situações.

Para saber quais jogos são ideais para a sua turma, existem vários aplicativos que podem ser usados em sala de aula e que oferecem os mais variados jogos. E para todos os tipos de alunos! Os apps são os facilitadores desta tecnologia e oferecem uma série de jogos para os alunos e professores.

Logo, todos os profissionais devem aprender que o jogo é sinônimo de aprender com prazer. O preconceito deve ser deixado fora da sala de aula para que os jogos mostrem a que vieram e façam parte das mais variadas disciplinas e que possam, enfim, ajudar na formação de cidadãos.

Num mundo repleto de tanta tecnologia, a escola deve aprender a usá-la de forma inteligente. Inserir os alunos neste universo é essencial para que aprendam a lidar com o mundo globalizado desde a escola.

Artigo Anterior Conquistando a confiança dos alunos
Próximo Artigo Comunicação escolar via e-mail continua sendo uma solução viável?
Imprimir
329 Classifique este artigo:
Sem classificação

Name:
Email:
Subject:
Message:
x

COMENTÁRIOS RECENTES

Essa nova função vai ficar matadora.
Um incrível já está bom!

Isto é um pouco do que ouvimos durante um dia de trabalho :)

Últimas Notícias

Contato

Fique à vontade para entrar em contato e descobrir mais sobre os nossos produtos.

Wetok Software

Nossa missão é fornecer soluções de alta qualidade, com prazo e investimento diferenciado do mercado, baseado em praticas de desenvolvimento de software que permita o core da empresa ser sua maior vantagem competitiva.

Copyright 2018 by Wetok Software Terms Of Use Privacy Statement
Back To Top